top of page

Primeira Dissertação de Mestrado em Física com dados SIFS-SOAR é aprovada na UESC

Atualizado: 20 de abr. de 2023


Atualmente, diversas pesquisas em Astrofísica têm como objetivo compreender bem os mecanismos de formação estelar.


Esses mecanismos ajudam a responder questões ainda em aberto sobre, por exemplo, a composição e evolução química dos diferentes tipos de galáxias, sobre os mecanismos de ionização do gás no meio interestelar (ISM), ou ainda sobre a cinemática do gás.


As regiões onde acontecem os intensos processos de formação estelar são por vezes muito difíceis de serem estudadas, pois envolvem diversos aspectos do meio interestelar que são muito influenciados pelo ambiente em que se encontram [1]. Por isso, quanto menos complexo o objeto de estudo, melhor!


Com isso, utilizando observações de duas galáxias compactas azuis (BCD's) [2], realizadas pelo Telescópio SOAR [3], equipado com um Espectrógrafo de Unidade de Campo Integral (SIFS) capaz de obter imagens 2D das regiões de emissão das linhas espectrais intensas [4], buscamos relacionar a cinemática do gás ionizado com os mecanismos de ionização presentes em cada galáxia.


Como principal resultado, foi possível notar uma relação entre a baixa abundância química nas regiões de alta emissão, com a dispersão de velocidades do gás (que é um indicativo de regiões com baixa turbulência) em Galáxias HII, algo até então pouco discutido.


 

Discente da UESC defende a primeira dissertação com dados SFIS do Telescópio SOAR



Você acabou de ler um resumo das conclusões da Defesa de Mestrado Acadêmico de Vitor Gabriel Alves, intitulada Formação Estelar em Galáxias HII. Ele é o mais novo Mestre em Física formado pelo Programa de Pós-Graduação da UESC, o PROFÍSICA, orientado pelo Prof. Dr. Henri Plana. 37 pessoas estiveram presentes na defesa online realizada no dia 14 de abril de 2023.


O Prof. Dr. Luciano Fraga do Laboratório Nacional de Astrofísica - LNA foi um dos membros de honra da Banca Examinadora. Dentre seus detalhados apontamentos, o Dr. Luciano afirmou que a dissertação de Vitor Gabriel é a primeira desenvolvida com dados do SIFS, instrumento espectrógrafo de campo integral do Telescópio SOAR . O Dr. Luciano Fraga afirmou:


"(...) Vitor está fazendo parte da formação de recursos humanos em Astronomia do SIFS. É um feito para a comunidade brasileira. É o primeiro Astrônomo a ser formado usando dados de um instrumento construído pelo Brasil em um telescópio (SOAR) que está no exterior. Parabéns! Nós todos ficamos muito felizes com isso."

Outro ponto de destaque da defesa foi a confirmação, mais uma vez, da internacionalização das colaborações científicas do Programa de Pós-Graduação PROFÍSICA da UESC, pois outro membro de renome da Banca foi o cientista chileno, Prof. Dr. Sergio Torres Flores da Universidad La Serena, que abriu a sessão de arguições com perguntas profundas que vão ajudar a enriquecer ainda mais a pesquisa de Vitor Gabriel.







 

Reconhecimento à contribuição de Vitor ao Colegiado PROFSÍCA


O orientador de Vitor, o Prof. Dr. Henri Plana, mostrou-se orgulhoso, parabenizou seu orientado pela dedicação e se colocou à disposição de apoiá-lo nas adaptações para a produção final.


Na conclusão, o Coordenador do Mestrado Acadêmico PROFÍSICA, o Prof. Dr. André Ribeiro, fez suas considerações e destacou que Vitor esteve como representante dos discentes dentro do colegiado e demonstrou maturidade com suas proposições. O Dr. André proferiu palavras de ânimo e incentivou Vitor a levar consigo o senso de responsabilidade coletiva, demonstrado no mestrado, a futuras participações em políticas de instituições das que ele venha contribuir.





Por:

Flávia Vitória @adeccua

Vitor Gabriel Alves @vitorg_alves





Imagens:


[1] Simulação baseada em MHD de uma região em um surto de formação estelar.

MNRAS 506, 2199–2231 (2021)


[2] Tol 1004-296 (NGC 3125): ESA/Hubble & NASA, Acknowledgement: Judy Schmidt


[3] Southern Observatory Astrophysical Research. Cerro Pachón, Chile. Fonte: noirlab.edu/science/images/soar_outside.




Comments


bottom of page